12# – O que eu estou fazendo nesse momento?

Oi, como vai?

Decidi escrever um pouco sobre o atual momento.

Pra mim as coisas, daqui pra frente, já mudaram. Não viveremos da mesma maneira e, literalmente, teremos um modo de viver antes e após o COVID-19.

Decidi aceitar esse fato e, na medida do possível, começar a cuidar da saúde mental. Sinto dificuldades de manter o “ânimo” que me faz continuar acordando mais cedo para estudar e fazer meus exercícios, continuar com a dieta e etc. Os últimos dias têm sido bem difíceis nesse sentido… A vontade é de jogar tudo pra cima, desistir de tudo e comer tudo que é porcaria.

Mas estamos no mesmo barco… Eu ainda tenho a sorte de continuar trabalhando, estaria MUITO pior se não o estivesse.
Estou tentando algumas abordagens para me manter na linha nesse tempo.

1 – Aceitar o momento

Tive que aceitar o que estamos passando e contar com que isso tudo seja temporário. Sinto falta da academia, de ir ao trabalho, de fazer as pequenas e mais fúteis coisas que antes eram um saco.

Me propus, então, a fazer o que está dentro do meu alcance e da melhor maneira possível.

Não consigo extrair o melhor de evolução conciliando a dieta e exercícios como se estivesse em uma academia, mas continuo fazendo coisas em casa com o peso do corpo. Aproveitei ainda para me dar uma “folga” nesse foco, deixando as coisas mais flexíveis comendo algumas besteiras de vez em quando, até para acalmar os nervos e deixar a mente mais tranquila.

2 – Não me cobrar tanto

O momento e o desconhecido do que isso pode se desenrolar me deixa muito inquieto (sou extremamente ansioso).

Por estarmos limitados acho um erro nos cobrarmos tanto. Ok, temos mais tempo “livre”, mas e a vontade? As coisas não sao como antes… Simplesmente não há mais possibilidade para se programar para 2 meses, 1 ano e afins, as coisas estão bem incertas…

Por isso tenho estudado, na medida do possível, as coisas que gosto e que quero. Ultimamente mais procrastinando que tudo, mas o importante é eu me sentir bem para passar por isso tudo.

3 – Continuar com o planejado

Uma coisa que não mudei e nem irei são as coisas que planejei há um tempo e que venho colocando em prática desde então, principalmente do ponto de vista financeiro.

Continuo/continuarei reservando parte do patrimônio para a aposentadoria e seguindo as estratégias de investimento que defini e registrei aqui no blog.

A única diferença é que estou um pouco mais conservador que antes, exatamente por conta do momento.

4 – Conectar-se com as pessoas

Com isso tudo acontecendo, sinto muito mais preocupação com a saúde das pessoas que fazem parte da minha vida. Na medida do possível tento sempre conversar com eles, levantando sempre o ponto da saúde (principalmente mental) de todos.

Como consequência tenho conversado mais com essas pessoas e até compartilhando mais coisas, elevando mais a intimidade e proximidade com amigos e familiares.

Esse ato se torna também uma forma de colocar as coisas pra fora e tem se tornado benéfico pra mim.

5 – Ajudar as pessoas

A preocupação que citei acima também se desenrola para o lado financeiro.

Pela minha mentalidade e posição, hoje estou bem tranquilo no quesito financeiro, mas a realidade não é a mesma para todos. Alguns perderam o trabalho ou tiveram seus salários reduzidos.

Estou procurando realizar doações para que possamos todos passar por esse momento de crise. Além disso, também estou verificando como meus amigos e familiares estão e já estou preparado para auxiliar, na medida do possível, algumas pessoas caso precisem.

Bem, estão aí algumas das coisas que estão me ajudando e me fazem sentir bem.

Sempre bom lembrar que isso vai passar! Vida que segue e foco no plano!

Abraços.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *