11# – Balanço Março/2020 – R$ 136.865,97 (-14,64%)

Oi, tudo bem?

Que mês em, meus amigos?
Essa pandemia pegou o mundo de jeito e de calças arriadas… É possível ver como os patrimônios foram derretidos pela finansfera, mas nada que não seja esperado dentro da jornada FIRE. Como comentei em um post do SrIF, nos preparamos muito bem caso eventos como esse viessem a acontecer. Agora muitos (assim como eu, e no meu caso bem cedo na jornada) estão colocando em prática o que lemos por aí.

No último balanço citei o fato de eu ter alcançado a marca de 150k investidos, coisa que agora está bem longe… KKKKKKKK.
Mas tenho que dizer que tive uma tremenda sorte com esse momento.

Como eu estava corrigindo a minha estratégia de investimentos eu tinha uma concentração bem relevante em caixa e isso me permitiu aproveitar muito bem as quedas dos últimos dias.
Eu tinha cerca de 35% em aplicações com alta liquidez e com a decisão de aumentar o percentual em renda variável ainda tinha um espaço enorme para composição da carteira. Isso sem considerar a desvalorização.

Por conta do meu ramo de atuação (TI) ainda estou em uma posição confortável em relação a estar empregado, fora o fato de eu morar com meus pais.
Continuo trabalhando normalmente via Home Office e a demanda de atividades não baixou, pelo contrário.
Apesar da “segurança”, tenho um valor confortável de reserva que pode nos segurar considerando o pior cenário.

Carteira

Lembrando que as informações abaixo não são uma recomendação e sim os pensamentos por trás das minhas escolhas!

Posição atual (c/ aporte): R$ 136.865,38

Aporte do mês: R$ 8.300,00

Esse mês, até então, foi o recorde de aporte. Acabei fazendo umas horinhas extras no mês passado e, como sempre, direcionei aos investimentos.

Apesar do aporte, por conta do cenário e já ter usado bastante caixa, resolvi tomar uma posição mais defensiva esse mês e direcionar o aporte para a reserva de oportunidade, que pode ser utilizada em uma eventual emergência (mesmo que eu tenha uma reserva de emergência).

Renda Variável

Aqui, devido ao cenário, estou alterando um pouco a estratégia. Por conta das quedas e pela fase que estou na FIRE, acabei pensando um pouco e para mim faz mais sentido focar um percentual maior em ações do que FIIs.

Seguirei comprando FIIs agora respeitando um percentual menor na carteira do que eu tinha determinado antes. Além disso, me interesso mais por ações e vejo mais oportunidades e um potencial maior de crescimento devido ao tempo que tenho até a minha IF (apesar do tempo estar em aberto).

Acabei adicionando mais alguns papéis que estava de olho na carteira e mantive CVCB3. Apesar das quedas, acredito na recuperação da empresa (coisa que não vai acontecer tão cedo), mas não irei mais aumentar a posição na empresa por conta do cenário e da incerteza.

Aproveitei para fazer as seguintes compras:

AtivoQuantidade
CVCB350
ABCB4300
ITSA4500
MDIA3100
BBSE3100
TAEE11200
SULA11200
BPAC11100
GRND3400

Adicionei SULA11 e BPAC11, duas empresas que eu já estava de olho há um tempo. As considero excelentes empresas em seus ramos de atuação.

Com as compras a carteira fica da seguinte forma:

AtivoQuantidadePosição total% Carteira
ENBR3415R$ 6.063,159,64%
TAEE11240R$ 6.360,0010,11%
TIET11300R$ 3.945,006,27%
MDIA3200R$ 5.560,008,84%
BBSE3228R$ 5.310,128,44%
WIZS3424R$ 3.616,725,75%
ABCB4460R$ 5.428,008,63%
ITSA41054R$ 8.547,9413,59%
TUPY3100R$ 1.140,001,81%
LEVE3140R$ 2.114,003,36%
CVCB3200R$ 1.980,003,15%
GRND3400R$ 2.756,004,38%
SULA11200R$ 6.862,0010,91%
BPAC11100R$ 3.231,005,14%

Como citei acima estou um pouco mais cauteloso agora, mas irei continuar com os aportes, agora focando em remover a representatividade do setor bancário na carteira.

Posição total: R$ 62.913,93 | 45,9% do patrimônio

Para os FIIs não houve alteração além da queda nos preços.

AtivoQuantidadePosição total% Carteira
XPLG1120R$ 2.042,2018,24%
HSML1120R$ 1.583,0014,14%
VISC1110R$ 895,007.99%
HGRU1113R$ 1.396,2012,047%
KNRI1112R$ 1.764,1215,76%
RBRR1120R$ 1.900,0016,97%
VRTA1116R$ 1.616,0014,43%

Posição total: R$ 11.465,02 | 8,3% do patrimônio

Renda Fixa

Na renda fixa não houve muita mudança além da utilização do caixa e um aporte realizado no Tesouro IPCA+. Nesse último o valor total diminuiu bem devido à marcação de mercado, saindo dos pouco mais de R$ 12.000,00.

Posição total% Carteira
Curto prazo (reserva)R$ 26.396,0044,28%
Médio prazoR$ 22.621,7637,95%
Longo prazoR$ 10.590,0117,77%

Posição total: R$ 59.607,77 | 43,55% do patrimônio

Ouro, Dólar e Bitcoin

No mês comecei o aporte em dólar e bitcoin para diversificação da carteira. Não direcionei o total para a parte de dólar por conta das oportunidades que estão surgindo no Brasil, então direcionei 1/3 do valor definido mensalmente (R$ 3.000,00) para o ETF IAU.

Posição total% Patrimônio
Ouro/DólarR$ 1.147,470,84%
BitcoinR$ 1.731,191,26%

A distribuição da carteira fica da seguinte forma:

6 thoughts on “11# – Balanço Março/2020 – R$ 136.865,97 (-14,64%)

  1. Parabéns pelo aporte em câmbio, Rumo! Aos poucos, vai reforçando esse pilar, pois, nas próximas crises, verá como ele é importante!

    Abraço!

    1. Muito obrigado, André!
      A ideia é exatamente continuar focado na estratégia de balanceamento da carteira.
      Esse pilar é e será de muita importância futuramente.

    1. Fala, Engenharia, como vai?
      Muito obrigado!
      Realmente não há muito o que fazer, somente seguir o plano e mantermos motivados. Bom q vamos nos ajudando nesse processo/período!
      Abraços e sucesso.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *